quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Bizarrice mestre de todos os tempos

Quando eu comecei essa empreitada de vídeos asiáticos bizarros sempre tive um em mente que era de um feto crescido com hipocefalia meio robô meio sei lá o que, e sempre quis mostrar isso ao mundo, só que uma vez visto, a bizarrice era tamanha que me fez esquecer o nome do moleque ou como eu poderia encontrar ele no pai dos burros e dos punheteiros solitários, Google. Não conseguia nunca encontrar esse maldito vídeo, até então, porém hoje como acordei inspirado resolvi dar uma última fuçada e não é que eu encontrei esse demonho, agora com vocês Inochi o menino bizarro!


 
Japão obrigado pelo derrame parcial que tive ao assistir isso

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Reunião em Família

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Got Milk?

Juntando a fome com a vontade de comer, mais um vídeo publicitário esquisitolóide japonês, desta vez é pra incentivar o consumo de leite, depois desse comercial fiquei com uma vontade súbita de beber muito Toddy e ir pro zoológico enfiar a porrada no leão.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Japão você tem problemas!

Resolvi fazer uma sessão-tapa-buraco enquanto junto forças para desenhar as próximas tirinhas, resolvi postar bizarrices japonesas, vídeos, matérias e afins, tudo em prol da diversão e do constrangimento alheio, o primeiro é uma propaganda (qual o problema dos publicitários japoneses?!) do Legend of Zelda, onde fica claro que tudo pode ser resolvido na base do molejo e da malemolência...


ps: note a voz sexy da Zelda, gamei!

sábado, 18 de setembro de 2010

Fala procrastinação três vezes rápido
















sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Carpe Diem

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Peach the bitch

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Desenha pra mim?


Durante a minha fase criança até mais ou menos a minha adolescência sofri de um mal muito escroto, ser o "desenhista" da turma, na minha completa e total ignorância achei que com isso viriam muitas melhorias e regalias em relação na minha vida social com meus coleguinhas mirins. Pobre de mim, por ter acreditado em tamanha falácia, nas sábias palavras do titio do homem-aranha "com grandes poderes, vêm grande encheção de saco...", putz a maior prova disso era quando eu me entretia rabiscando qualquer coisa na folha do caderno sem nenhuma finalidade nem nada, vinha sempre uma  alma perdida pra espezinhar a alegria alheia com a interrogação:
- Que que é isso que você tá fazendo?
Muito calmamente respondia que não sabia, a pessoa daí reagia de dois modos, o primeiro, ela se emputecia comigo, bufava me culpando pelo interesse frustrado ou o tempo perdido de sua ilustre vidinha, ou em outro caso, ela ficava do meu lado fungado no meu cangote até os rabiscos se aproximarem de algo palpável ou reconhecível. A partir desse ponto meu amigo, o simples ato de eu ficar no meu canto desenhando virava um jogo de "Imagem e Ação" e o indivíduo começava a chutar possibilidades de o que seria o desenho, esse exercício fútil e extremamente irritante sempre me deixava com vontade de responder :
- O rabo da sua mãe seu filho da puta!!!
Mas muito educadamente sempre que eles chegavam pela trigêsima sexta tentativa de acerto eu concordava com eles, não importava se a opção fosse uma doninha fazendo cocô na cartola do Chacrinha ou um brontossauro comendo miojo de galinha caipira, depois disso dado por satisfeitos eles me deixavam no canto em paz.
Mas de tudo que sofre um artista da sala a pior coisa inegavelmente são pedidos alheios de desenhos, já recebi pedidos exdrúxulos desde fazer um simbolo de torcida organizada (coisa que abomino), fazer uma caricatura da menininha bonitinha que você estava afim (que no final nunca se dão por satisfeitas, até você desenhar a Angelina Jolie e falar que é ela), desenho do professor (que invariavelmente era pego pelo mesmo) e até mesmo um quadrinho erótico, e esse foi o que deu a maior merda de todas quando foi pego, se me descobrissem eu ia rodar na boquinha da garrafa bonitinho.
Então lembrem-se pitchulinhos, caso vocês tenham um amiguinho assim nada mais irritante para ele do que as seguintes palavras:
- Faz um desenho pra mim?

sábado, 4 de setembro de 2010

Desventuras na infância

Eu resolvi fazer uma mini série baseada (ou quase) em episódios que aconteceram comigo quando ainda era garotinho juvenil, criado na leite moça, leite com pêra e ovomaltino na geladeira.
moral da história: mas vale dois pirocópteros na mão do que um voando na sua cara  ...